geral@igrejalighthouse.com

A religião, (cristãos, hindus, ortodoxos, muçulmanos, budistas, o judaísmo, etc), está a ganhar uma nova força, o ecumenismo é o lema, a aceitação da diferença. 

O cristianismo é o que está mais dividido, para além do tradicional católico Romano, encontramos os ortodoxos, os anglicanos e os chamados evangélicos, onde se incluiu os ditos "tradicionais" e os "carismáticos", nestes ultimas décadas, um especial crescimento dos carismáticos, da linha pentecostal e neo-pentecostal. 

O interessante disto tudo, é que Jesus Cristo, nunca quis formar nenhuma linha, ele trouxe o poderoso e simples evangelho, a sua doutrina é clara e simples, mas o homem transtornou o evangelho. O apostolo Paulo foi claro na sua carta aos Gálatas, quando diz: “Maravilho-me de que, tão depressa, passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo, para outro evangelho” (Gál.1:6).

Os dogmas do pentacostalismo e do neo-pentacostalismo, na minha opinião, têm sido como veneno para o verdadeiro evangelho de Jesus Cristo e infelizmente a maioria das igrejas, seguem os mesmos critérios. 

Há uma grande diferença entre doutrina e dogma. A doutrina ela não muda, o que muda é o dogma. O dogma é o conhecimento ou a revelação que temos sobre a doutrina. Por vezes, o nosso conhecimento sobre uma determinada doutrina, pode ir de 0% a 100%, mas também, podemos estar completamente opostos ao que a doutrina, na realidade nos ensina. São essas diferenças de dogmas que motivam a esta disparidade e ao aparecimento de muitas igrejas. 

O evangelho é só um, não é possível existir dois cenários diferentes para o fim do mundo, ou dois cenários diferentes sobre a doutrina da salvação, ou a doutrina da fé e vai por aí fora. A “guerra” doutrinal é tanta, que os cristãos andam confusos, muitos, já não sabem o que acreditar. E este é o ambiente propício para o aparecimento de falsos profetas, falsos apóstolos, falsos evangelhos.  

A última, é o modo como as igrejas e os cristãos agem com a política. É por isso que creio que, provavelmente o anti-Cristo será eleito com o apoio da igreja no modo geral, exceptuando os que realmente andam de olhos abertos e são guiados pelo espírito do verdadeiro evangelho. 

O que aconteceu nos EUA e agora no Brasil, faz lembrar a história, do que aconteceu na Alemanha, na segunda guerra mundial, não podemos esquecer, que foram os cristãos que elegeram o Hitler. O mundo politico, já viu há muito tempo, como podem manipular a mente das massas para a direcção que querem dar. É cíclico. 

A igreja não sabe separar os assuntos morais dos governamentais, e quando alguém assenta o seu discurso em cima do moralismo, ganha adeptos, e muitos. É incrível o que está acontecer no Brasil, o modo como os cristãos de gladiam, as igrejas enchem-se de profecias a favor ou contra os candidatos, até a expulsão de demónios é usado como uma espécie de "circo" eleitoral, onde aparece o demónio a avisar que não é bom votar em certo candidato, porque senão...lá vem as maldições.

Os pregadores lutam pelo poder, porque o que no fundo desejam é não ficar longe do poder, como já mencionei, eu já vivi no Brasil e lidei directamente com alguns pregadores muito famosos no Brasil, e sei muito bem o que eles querem, para defenderem as suas concessões (licenças) de televisão e rádio e não só, fazem de tudo, a pendulariedade é o espírito desse pessoal.  

Deixo esta passagem do apostolo Paulo para reflexão que está em (II Tessalonicenses 2:1-12):

"Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda do nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém, de maneira alguma, VOS ENGANE; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora, de sorte que se assentará (será eleito), como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia, quando ainda estava convosco? E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um, que agora resiste, até que do meio seja tirado; e então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; a esse, cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça, para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E, por isso, Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira, para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade

Com base no que acabamos de ler, creio que, provavelmente, os religiosos, sejam eles cristãos evangélicos ou não, pentecostais ou não, católicos ou não, todos os que rejeitam a verdade do evangelho, Deus enviará a operação do erro para que creiam a mentira. Muitos de nós achamos que Paulo se refere às pessoas do mundo que não conhecem a Cristo, ou que nunca frequentaram uma igreja. Não, nada disso, Paulo refere-se a TODOS que rejeitam a Cristo. Há muitas pessoas, mas muitas mesmo, que frequentam igrejas, tenha o nome que tiver, que não vivem o evangelho de Cristo, eles vivem o fermento do fariseus e dos saduceus, eles praticam a iniquidade, conforme acabamos de ler: “...antes tiveram prazer na iniquidade”. O próprio Senhor Jesus mencionou: “Muitos me dirão naquele dia, Senhor, Senhor...em teu nome fizemos sinais e maravilhas...apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade” (Mat.7). 

Satanás é o promotor do “salvador do sistema deste mundo”, os sinais e prodígios de mentira serão tão fortes, que apenas os que nunca rejeitaram a verdade do evangelho e o praticam, irão reconhecer. Os restantes irão na onda!