geral@igrejalighthouse.com
Nesta Páscoa aprendamos a descobrir o Outro naquele Amor que estava esquecido ou escondido atrás de coisas sem valor.

Lembremos que Páscoa é passagem: inicialmente, do inverno para a Primavera, para que deixemos florir a vida no meio do frio ou do escuro; e, posteriormente, da morte para a vida.

Vida que resignificamos agora confrontados com a solidão e até medo.

A vida é um valor que se sente quando entendemos que não somos um, mas formamos, juntos, uma Unidade.

A vida inspira gestos que (re)constroem pontes, convergindo para a Páscoa, a dádiva de Deus aos Homens, consolidada em Jesus.

Como Ele, façamos pontes com atos de Amor, gestos de Esperança e expressões de Fé.

Nesta Páscoa, tão diferentemente vivida, reencontremos o significado de Ser, Viver e Amar