geral@igrejalighthouse.com

Permanecer no amor, ligado à Verdade

E agora, senhora, rogo-te, não como escrevendo-te um novo mandamento, mas aquele mesmo que, desde o princípio, tivemos: que nos amemos uns aos outros. E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento como já desde o princípio ouvistes: que andeis nele.” II João 5:6

Todas as pessoas gostam de se sentir amadas, acarinhadas, e únicas no seu valor, uma vez que todos fomos dotados de uma alma, com sentimentos. E foi Deus quem nos fez assim: de uma forma única. No entanto, o nosso conceito de amor, especialmente dentro das igrejas evangélicas, está deturpado! Por muitos anos, ouvi pregadores/pastores que resumiam o “andar em amor” em abraçar sempre o irmão, cumprimentar sempre os irmãos, falar com um sorriso, o que, sem dúvida, é bom. Mas, à luz dos ensinos da Bíblia, verificamos que não é de boas emoções que trata o verdadeiro amor (I Coríntios 13:5-7- ”O amor é sofredor; é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade; não se ensoberbece; Não se porta com indecência; não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”).

 Geralmente ouvimos dizer,Pai peixe filho peixinho,mas um pai ou mãe cristã não significa filho cristão.Pais cristãos-filhos pecadores,os nossos filhos quando nascem,nascem pecadores e portanto precisam de salvação,logo nós como pais cristãos e crentes no verdadeiro evangelho de Cristo estas são as primeiras pessoas que temos que evangelizar -os nossos filhos.

Romanos 3:23”Porque todos pecaram e destituídos estão da Glória de Deus”

É urgente pais cristãos ensinarmos os nossos filhos as verdades de Deus, é urgente falarmos acerca do verdadeiro evangelho e só existe uma maneira do seu filho crer:o evangelho tem que ser pregado. E nós como pais estamos adormecidos. Romanos 0:14”Como,pois,invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele que não ouviram? E como ouvirão,se não há quem pregue?”

"Filho(a) que desarrumação vem a ser esta? Por favor vai tomar banho, pareces um porco mal cheiroso!? Tu és teimoso, nunca me ouves! Eu já te disse que não é assim que se faz…"

Qual o jovem que já não ouviu e ouve estas frases de vez enquanto? São frases que por vezes nos deixam irritados, e  não conseguimos entender, pois achamos que não estamos a fazer mal nenhum. Hoje quero falar especialmente para Jovens que se sentem frustrados, e que acham que sofrem muitas injustiças dos pais.

“Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” Tiago 1:20 Será que nos iramos, buscando estabelecer a Justiça de Deus? Ou simplesmente porque as coisas não correm à nossa maneira? Foi uma pergunta que coloquei no meu facebook pessoal há algum tempo,e sinceramente foi para mim. Actualmente,estou a estudar o livro de Tiago,ao qual aconselho todos fazerem, e que grandes verdades podemos retirar deste livro, verdades essas que precisamos de começar a colocar em prática nas nossas vidas como cristãos,crentes e praticantes da sua Palavra.Quantas vezes ao dia nos chateamos ou nos iramos? Quantas vezes ao dia nos iramos com os nossos filhos? Quantas vezes os nossos filhos fazem coisas que nos desagradam e até nos irritam profundamente?

Desde que me conheço sempre tive o desejo no meu coração de ajudar as pessoas. Gosto bastante de ajudar, e de poder de alguma forma,ser um meio de alívio para alguém.

Contudo, por vezes as circunstâncias da vida e as dificuldades em todos os aspectos que enfrentamos,ficamos tímidos e envergonhados,deixamos de falar de Cristo,das boas novas,daquilo que Jesus veio fazer à Terra a outras pessoas. A nossa mente  paralisa e começamos a sentirmos por vezes limitados, e  atentamos  para aquilo que vemos à nossa volta,as nossas falhas,erros e limitações! Quem já passou por esta situação na sua vida como Cristão?