geral@igrejalighthouse.com

Nas ultimas semanas de 2017, ouvi várias vezes esta questão, em conversas com amigas e conhecidas, esta pergunta: É de Deus, ou não? E esta questão em diversos assuntos e contextos, mas vou centrar esta questão naquilo que os nossos filhos vêem e ouvem na televisão, e na escola com os colegas.

Todo o verdadeiro cristão, deseja na simplicidade do seu coração agradar a Deus em tudo, é um sentimento natural, que vem com o novo nascimento, quando passamos a crer em Jesus, todas as nossas prioridades são revistas e começamos a ter novos valores, e ainda para mais como pais queremos dar uma boa educação aos nossos filhos, e fazer o melhor cumprindo com o nosso papel de pais.

Hoje em dia as crianças estão a toda a hora, a receber estímulos, e muita informação boa e má.

Então como pais é o nosso papel,estarmos atentos aquilo que os nossos filhos vêem e ouvem.

 

“Sobre tudo o que se deve guardar,guarda o teu coração,porque dele procedem as saídas da vida” Proverbios 4:23

Mas,lá vem a pergunta, estes desenhos os meus filhos podem ver? Será que aquele boneco é consagrado ao diabo? É de Deus,ou não? Ou podemos também perguntar :é do diabo?

Bem, segue alguns conselhos para os pais, é assim que tento fazer com os meus filhos:

1º) A Palavra de Deus é o nosso guia

Como cristãos, temos a Palavra, a Bíblia Sagrada,que nos revela a vontade de Deus, Ela nos dá uma direcção a seguir.”Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra e luz para o meu caminho” Salmos 119:105. Você não vai encontrar nada especifico, mas pode concluir,baseado naquilo que uns desenhos animados,ou jogos possam estar a  transmitir. Por exemplo: uns desenhos animados que incitam à violência,ou desobediência, você pode concluir,que isso não terá boa influência, até pode concluir que será do diabo,porque a palavra diz: Que o ladrão não vem senão,para roubar,a matar e a destruir,mas eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.” Joao10:10

2º) Você pai ou mãe é que decide

Discernir se é bom ou mau,até a uma certa idade, será você pai ou mãe,que tem esse papel não é o seu filho de 5 ou 6 anos que saberá isso. Claro, que à medida que os pais passam os valores, os filhos vão começando aperceber se de algumas coisas que são boas ou más,mas nem todas. Por isso, estar atento aquilo que o seu filho vê é vital. Uma dica importante: conversar com ele, contar como foi o dia,isso ajudará a perceber  quando algo  não está tão bem. O seu filho poderá estar a receber alguma influência menos boa e você pai ou mãe precisa de estar atento.

“Todas as coisas me são licitas,mas nem todas as coisas convêm;todas as coisas me são licitas,mas nem todas as coisas edificam” I Corintios 10:23

3º seja Firme,mas não radical

Quando alguma coisa que está na televisão,ou não,através de amigos ou jogos, se você disser: Não vês,ou não podes jogar,ou aquela pessoa não é boa influência para ti,seja firme com o não até ao fim, e explique o porquê,sempre baseado naquilo que Deus diz. Mateus 5:37”Seja,porém,o vosso falar: Sim,sim;Não,não; porque,o que passa disto é de procedência maligna”,ou seja, se um dia proíbe e noutro deixa fazer, Satanás tem a liberdade no seu lar. Seja firme com a sua palavra, explicando em amor, e o seu filho vai entender.

Agora existe um extremo,que eu pessoalmente não sou muito a favor, pais proíbem a Televisão,jogos,escola-casa casa-escola, os filhos não convivem com ninguém,isso é um extremo muito perigoso,que o seu filho não vai entender, e pode incentivar à rebeldia,e isso é grave numa família. A Biblia diz,”Já por carta vos tenho escrito,que não vos associeis com os que se prostituem;Isto não quer dizer,absolutamente,com os devassos deste mundo,ou com os avarentos,ou com os roubadores,ou com os idolatras;porque então,vos seria necessário sair do mundo” I Corintios 5:9,10, ou seja, em tudo deve haver  um equilíbrio na nossa vida,se nós vamos nos guardar completamente de tudo, vamos viver numa redoma de vidro, e não vamos cumprir com o propósito de Deus na nossa vida,nem nós pais, nem os filhos. O meu conselho é que não proíba  uma saída de amigos,ou TV ou jogos,mas esteja atento aquilo que o seu filho vê ouve,faça o seu papel,estabeleça os limites e as regras em casa.

 

Finalizo, a dizer que ,educar não é fácil,nem estabelecer limites, nem regras,vai encontrar em certas idades oposição,mas seja sempre firme nos seus valores e concluo com uma passagem Filipenses  4:8”quanto ao mais,irmãos,tudo o que é verdadeiro,tudo o que é honesto,tudo o que é justo,tudo o que é puro,tudo o que é amável,tudo o que é de boa fama,,se há alguma virtude, e se há algum louvor nisso pensai”,nesta passagem resumo tudo. Vamos estar incentivar os nossos filhos em amizades verdadeiras,incentivar leitura de livros bons,programas que edifiquem,procurar filmes com conteúdos que incentivem amizade, a partilha,isso facilitará o seu trabalho de pai e mãe Cristão.